Pastor Elias participa de reunião entre boxistas do Mercado Municipal com Adriano Baldy

por Fernanda Morais publicado 05/07/2018 17h30, última modificação 05/07/2018 17h29
Pastor Elias participa de reunião entre boxistas do Mercado Municipal com Adriano Baldy

Pastor Elias participa de reunião entre boxistas do Mercado Municipal com Adriano Baldy

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB), presidente da Frente Parlamentar de Segurança pública da Câmara Municipal intermediou uma reunião entre permissionários do Mercado Municipal Carlos de Pina, localizado na Rua General Joaquim Inácio, no Centro da cidade, com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Adriano Baldy.

O encontro aconteceu na manhã desta quinta-feira (5.jul) no gabinete do secretário. A principal reivindicação da categoria, no momento, foi sobre o fechamento do Mercado Municipal durante os horários dos jogos do Brasil na Copa do Mundo.

“Os comerciantes me procuraram e falaram sobre esse problema. É um prejuízo muito grande para a categoria. Quando o jogo é a tarde, por exemplo, o Mercado Municipal fecha depois do almoço e depois não vale a pena abrir para funcionar apenas uma ou duas horas”, disse o vereador.

Outro pleito levado pelos permissionários ao secretário foi a questão do problema da falta de limpeza permanente no espaço, principalmente nos banheiros. Um dos comerciantes defendeu que o ideal é ter pelo menos um funcionário da Prefeitura para atuar nesse setor enquanto o Mercado Municipal estiver funcionando, e que um fiscal monitore se o trabalho está sendo feito a contento.

“É um horror. Os clientes cobram isso da gente. Chegam nas nossas bancas e afirmam que precisamos fazer alguma coisa a respeito dos banheiros. Na maioria do tempo não tem como utilizar os espaços”, detalhou o comerciante João Duarte.

Também foi falado sobre a falta de segurança para garantir a tranquilidade dos permissionários e dos clientes que frequentam o Mercado Municipal. O vereador Pastor Elias disse que a situação é realmente preocupante e que o local está carente desse serviço. “Além dos ladrões, têm muitos usuários de drogas que ficam pelas proximidades. Me relataram ainda sobre a venda de bebidas alcoólicas dentro do espaço, o que é proibido. Mas para funcionar, tem de ter fiscalização”, cobrou.

Por último, os permissionários conversaram com o secretário sobre a questão do estacionamento do local. Eles estão preocupados com a reforma do Mercado Municipal que prevê a determinação de transformar o estacionamento em rotativo. Assim caminhões de carga e descarga, clientes e os boxistas teriam que dividir o mesmo espaço que hoje é controlado por um portão. Esse estacionamento é uma rua que foi fechada para essa finalidade.

“Estamos sempre em contato com esses boxistas, o Mercado Municipal é um local importante para o comércio anapolino. Tudo que os comerciantes querem é manter o espaço saudável para trabalhar e receber os clientes. E eu me coloquei a disposição para ajuda-los naquilo que estiver ao nosso alcance”, garantiu o vereador Pastor Elias.

O secretário de Desenvolvimento Econômico disse que a questão do fechamento do espaço durante os jogos do Brasil é uma decisão que partiu do gabinete do prefeito Roberto Naves (PTB), e que para reverter o decreto, seria preciso autorização do chefe do Executivo. Sobre a limpeza no mercado, o secretário admitiu que existe dificuldade em conseguir manter funcionários que atuem só na limpeza, mas que, sem estabelecer um prazo, está providenciando um novo colaborador para atuar na limpeza do local.

Ainda na tarde desta quinta-feira o vereador Pastor Elias disse que conversou com o prefeito Roberto  Naves e ficou decidido que o Mercado Municipal não vai fechar durante as partidas do Brasil na Copa do Mundo. O próximo jogo é sexta-feira as 15 horas. “Essa boa resposta já valeu a pena as nossas reuniões de hoje. Mas vamos continuar trabalhando para levar mais benefícios aos boxistas e aos clientes”, concluiu.