Jakson defende que qualquer mudança na saúde pública exige períodos de adaptação

por Fernanda Morais publicado 07/11/2018 15h22, última modificação 07/11/2018 15h22
Jakson defende que qualquer mudança na saúde pública exige períodos de adaptação

Jakson defende que qualquer mudança na saúde pública exige períodos de adaptação (Foto: Ismael Vieira)

Em defesa das ações da Prefeitura de Anápolis no setor da saúde pública, o vereador Jakson Charles (PSB), líder do prefeito Roberto Naves (PTB) na Câmara Municipal, disse que todas as mudanças “exigem períodos de adaptações por isso as pessoas tem dificuldade para aceitar o novo, e isso acontece em casa, no trabalho, no nosso meio social, na comunidade escolar”, afirmou.

O vereador elogiou a coragem do prefeito Roberto Naves em enfrentar os problemas que a cidade vive no setor da saúde e “assim promover as mudanças que são necessárias exatamente para atender as demandas da população”. Nesse sentido ele disse que “é como o milho que para virar pipoca precisa passar pelo fogo. O milho que não passa pelo fogo, continua sempre o mesmo, duro, sem mudanças”.

Para o vereador, as pessoas precisam compreender as necessidades de propor mudanças, até mesmo nos projetos que foram criados por elas próprias. “Hoje de manhã participei das primeiras ações dessa reestruturação da saúde ao lado do prefeito Roberto Naves. A partir de agora o Cais do Parque Iracema começa a fazer coleta de material para exames de sangue, fezes e urina. O serviço foi descentralizado, está mais perto do povo que já ficou satisfeito com a iniciativa”, contou.

 Jakson Charles disse há algum tempo o serviço de coleta de material passou a ser feito por meio de convênio entre a Prefeitura e unidades particulares o que provocou aumento nos custos financeiros com esse serviço. “Claro que o Executivo não conseguirá absorver toda a demanda desse serviço, mas os primeiros passos estão sendo dados para melhorar o atendimento, descentralizar os serviços e baratear os custos”, informou.

Ainda de acordo com o vereador, a notícia que o Cais Mulher vai fechar não procede. O atendimento que antes era realizado no Bairro Maracanã passará a ser oferecido no Cais Abadia Lopes da Fonseca no Jardim Calixto com o horário de serviço estendido. “Antes o funcionamento era das 8h às 17h, agora será até as 22h no novo local”, explicou.

Por fim líder do prefeito pediu novamente que a população tenha paciência e aceite as mudanças que serão realizadas para melhorar a saúde pública municipal. “A UPA estava perdendo risco de ser rebaixada porque estava com atendimento inferior a sua capacidade, mas isso também foi pensado pelo prefeito que já tomou as medidas necessárias para garantir os recursos advindos do Governo Federal para essa unidade. Tudo com planejamento”, concluiu.