Pastor Elias diz que aniversário de Anápolis traz expectativas de melhorias para cidade

por Fernanda Morais publicado 19/06/2019 15h18, última modificação 19/06/2019 15h18
Pastor Elias diz que aniversário de Anápolis traz expectativas de melhorias para cidade

Vereador Pastor Elias Ferreira (Foto: Ismael Vieira)

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) abordou vários assuntos na tribuna do plenário durante a sessão ordinária desta quarta-feira (19.jun). Ele começou destacando a proximidade do aniversário de 112 anos de Anápolis celebrado em 31 de julho.

"E esperamos que o prefeito Roberto Naves continue entregando presentes para população em vários setores, na saúde, segurança pública, educação e infraestrutura. Existe expectativa, por exemplo, de levar asfalto para várias regiões da cidade", pontuou.

O vereador disse que o município também espera por nova visita do presidente Jair Messias Bolsonaro (PSL), durante assinatura de concessão dos serviços para empresa Rumo que vai operar a Ferrovia Norte Sul, incluindo o trecho que passa por Anápolis.

Pastor Elias lamentou que a cidade não tenha sido contemplada durante assinatura de protocolo de intenções para vinda de pelo menos 15 novas empresas para Goiás. Segundo o vereador, 13 municípios ficaram por dentro desse importante passo no desenvolvimento econômico do Estado, "mas dessa vez Anápolis ficou de fora", disse.

Nesse sentido o vereador do PSDB pediu que o Governo de Goiás faça investimentos no município para que Anápolis continue atraindo novas empresas e não corra o risco de perder as que aqui já estão instaladas.

"Os empresários tem reclamado de falta de estrutura para manter seus negócios na cidade. E coisas simples como manutenção da infraestrutura do Daia pesa muito", comentou.

Ainda em seu pronunciamento, Pastor Elias Ferreira destacou a sua preocupação com a chegada do período das férias escolares.

"As crianças aproveitam o tempo livre e os ventos dessa época do ano para soltarem pipas. A brincadeira é saudável, mas pode ser um risco para vida quando se coloca o cerol nas linhas. Temos leis que proíbem o uso desse material cortante, mas as pessoas não estão respeitando a legislação. Temos acidentes graves com cortes nas próprias crianças, pedestres e motociclistas. Os pais devem se manter atentos", terminou.